Lideranças da BR vão a Rio Branco pedir regularização fundiária na floresta estadual e criação de uma agrovila na Vila São Vicente

Lideranças da floresta estadual do Gregório e Mogno, localizada no município de Tarauacá viajaram hoje a Rio Branco para uma audiência com a secretária estadual de meio ambiente e a assembléia legislativa para reivindicar a regularização fundiária dos moradores da reserva.

As lideranças, também ganharam apoio da maioria dos vereadores para a criação de uma agrovila na vila São Vicente. O pedido é que uma fazenda de pasto que faz parte da área da floresta estadual, próximo a Vila, seja ultilizada para o assentamento das famílias que moram no local e não têm emprego nem terra para produzir.

Veja o documento assinado pela Câmara de vereadores e as lideranças das comunidades.

Excelentíssimo Senhor governador do Estado do acre.

Nos, vereadores de Tarauacá, lideranças da floresta estadual e da Vila São Vicente que este subscreve, vem a presença de vossa excelência expor e depois solicitar o seguinte:

No município de TARAUACÁ, a margem da BR 364 sentido Tarauacá / Cruzeiro do Sul, a margem do Rio Gregório se localiza a vila São Vicente, um povoado de aproximadamente 120 famílias.

Embora, com condições precárias, a vila São Vicente dispõe de escolas, abastecimento de água, energia, internet e posto de saúde. A economia do local é o comércio e a agricultura.

Ocorre que os moradores da vila, em sua maioria são ex- seringueiros e agricultores que habitavam as margens do Rio Gregório, onde foi demarcada a terra indígena do povo Yawanawa e migraram para a vila. A maioria das famílias, moram em pequenos lotes de 10X30 metros na vila e são desempregados.

A grande preocupação é que , mediante as condições econômicas e e sociais dessas famílias, numa região de terras festeis para o cultivo e potencia turístico, cresça mais um bolsão de miséria e violência como outros que existe no estado e no país.

Acreditamos que há uma enorme oportunidade de revertemos esse quadro de preocupação se juntarmos esforços na construção de alternativas geração de emprego, desenvolvimento e progresso social que o local oferece.

A vila São Vicente, é situada dentro da reserva estadual do Gregório. Ao lado da vila há uma área de aproximadamente 1000 hectares de área desmatada de pasto, ainda desocupada, que é parte da reserva estadual, que pode assentar essas famílias para produção e comercialização de alimentos.

Solicitação

A nossa solicitação é que a referida área seja transformada numa agrovila para assentamento dos moradores da Vila São Vicente e agregados do seu entorno, através de processo de seleção de aptidão para as famílias desempregadas e sem Terra que queiram trabalhar na produção de fruticultura, olericultura, piscicultura e outras atividades produtivas.

O objetivo é criar uma agrovila, pólo ou assentamento agroflorestal para garantir qualidade de vida a essas famílias através de moradia, saúde, educação, socialização e o cultivo da terra como forma de geração de emprego, renda e sustentabilidade social, evitando a marginalização da juventude desempregada e a precarização da qualidade de vida, garantindo o fortalecimento da economia na vila e a elevação do padrão de bem estar social dos seus habilidades.

A referida proposta vem sendo debatida com os moradores e criado grandes espectativas, acerca do possível apoio do governo e das instituições públicas.

TARAUACÁ 05 de Dezembro de 2023

Atenciosamente

Asssinam vereadores, presidentes de associações e comunidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − 18 =