Prévia da inflação cai 0,07% em julho e renova pressão sobre o Banco Central.

Boletim Focus desta terça-feira mostra também redução para 4,9% da projeção do mercado para a inflação de 2023. Dados aumentam expectativa por corte na taxa de juros.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15), a ‘prévia da inflação’, caiu 0,07% em julho, sobre alta de 0,04% em junho, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Também nesta terça-feira (25), o Boletim Focus divulgou que os economistas ouvidos pelo Banco Central reduziram suas projeções para o Índice de Preços ao Consumidor (IPCA) de 2023, diminuindo de 4,95% para 4,90%. A revisão para baixo das expectativas para a inflação tem implicações sobre a política monetária, colocando pressão sobre o Banco Central por um corte na taxa básica de juros (Selic).

As projeções também indicam redução para 2024 e 2025, com estimativas de 3,92% para 3,09% e de 3,55% para 3,50%, respectivamente. No entanto, a expectativa é de manutenção das estimativas para o ano de 2026, permanecendo em 3,50%.

Enquanto isso, o Planalto recebeu pesquisas internas que apontam um crescimento consistente da popularidade do governo Lula nos últimos três meses. A diferença positiva entre os que aprovam e os que desaprovam o governo saltou de margem de erro para quase vinte pontos percentuais.

O governo comemora os resultados que refletem a redução da inflação, a retomada dos programas sociais, a aprovação da pauta econômica no Congresso e a implementação de iniciativas que agradam setores da classe média.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × quatro =