TRABALHADORES RURAIS E VEREADORES DENUNCIAM USO ELEITORAL DO PROGRAMA LUZ PARA TODOS

Uma reunião realizada nesta terça-feira 19 no auditório do Sinteac, com aproximadamente 200 trabalhadores dos seringais Itamaraty, Transval e Conceição, denunciou o uso eleitoral do PROGRAMA LUZ PRA TODOS no município de Tarauacá.

No evento, estavam presente o presidente da federação dos trabalhadores na agricultura, Antônio Sergione, o presidente do sindicato dos trabalhadores, trabalhadores rurais de Tarauacá, Sandro Falcão, o presidente do conselho estadual de defesa dos consumidores de energia, Ivan de Carvalho, representantes da Câmara de vereadores e o representante regional do programa luz pra todos da Energisa. Pedro Henrique.

Os trabalhadores rurais, representantes do sindicato e da Câmara de vereadores, denunciaram que a empresa responsável pela implantação do programa de energia solar estavam fazendo cadastramento e instalando placas em um igarapé no alto Rio Murú sob influência de políticos ligada a administração municipal e excluindo outras comunidades no meio do caminho.

O vereador Dikim do MDB denunciou a ingerência política por parte de políticos ligado ao governo municipal. “Afirmo com todas as letras que está acontecendo e a utilização política eleitoral no programa, decidindo quem deve receber o benefício primeiro” disse. O vice do presidente do sindicato Fernando Feitosa e o presidente da Fetacre , Antônio Sergione também denunciaram a intromissão política e esperteza dos que querem se apropriar do programa do governo federal para fazer politicagem- e exigiram do representante da Energisa um posicionamento sob pena do problema ser levado ao ministério público.

O representante da Energisa confirmou as informações de cadastro que foram feitos no alto Rio Murú, localizado no município de Feijó. Se comprometeu acatar a proposta do sindicato da Câmara de vereadores de informar através um levantamento, todas as comunidades beneficiadas e reorganizar o processo de cadastramento com acompanhamento de uma comissão constituída pelo sindicato e Câmara de vereadores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis − 2 =