Ex-sócio ameaça contar tudo sobre Flávio Bolsonaro e colocá-lo na cadeia

“Se eu quiser, eu ponho o Flávio na cadeia. Com o que eu tenho na mão, ele vai preso. Sei tudo da vida dele”, dispara Alexandre Ferreira Dias Santini.

Ex-sócio do senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) em uma loja de chocolates da Kopenhagen que, segundo o Ministério Público do Rio, foi aberta para lavar dinheiro, Alexandre Ferreira Dias Santini agora ameaça contar tudo que sabe sobre o parlamentar e colocá-lo na cadeia. De acordo com Rodrigo Rangel, do Metrópoles, Santini foi uma espécie de “laranja de luxo” de Flávio Bolsonaro, na avaliação de promotores que investigaram as chamadas “rachadinhas” do então deputado estadual do Rio de Janeiro.

Há pouco tempo, a amizade de quase duas décadas entre Flávio e Santini desmoronou. Desde o início da campanha eleitoral do ano passado, os dois estão em conflito. Nenhum dos dois explica as razões da briga e pessoas próximas a eles têm versões diferentes. Algumas afirmam que o motivo é puramente pessoal, quase íntimo: Santini organizou festas privadas animadas que teriam colocado Flávio, seu convidado especial, em situações embaraçosas. Outras argumentam que a separação ocorreu devido a diferenças irreconciliáveis na gestão dos negócios compartilhados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − 14 =