CÂMARA APROVA TAXAÇÃO DOS SUPER RICOS. VEJA COMO VOTOU A BANCADA ACREANA

A Câmara dos Deputados aprovou, na noite desta quarta-feira (25), o projeto de lei que prevê a tributação de aplicações financeiras em offshores e em fundos especiais de investimento. Esse projeto, que agora vai ao Senado, é um dos principais dentro da agenda econômica do governo, que busca com ele não apenas alcançar o Déficit zero nas contas públicas até o fim de 2023, como também cumprir o compromisso de campanha de tributação sobre grandes fortunas.

Offshores são instituições financeiras sediadas fora do Brasil. Elas são constantemente utilizadas por sonegadores de impostos para blindar seu patrimônio contra a legislação local, retirando seus recursos em bancos brasileiros e aplicando em bancos localizados em paraísos fiscais, como em ilhas caribenhas e microestados europeus.

Antônia Lucia- Republicano. Voltou Sim
Paulo Veloso- União Brasil. Votou sim
Coronel Ulisses- União Brasil. votou Não
Gerlen Diniz – PP . Votou Sim
Socorro Nery- PP . Ausente
Roberto Duarte- Republicano. Não
Zezinho Barbary – PP . Votou Sim
Meire Serafim- União Brasil . Votou Sim

O posicionamento dos parlamentares Acreanos Expressam duas questões importantes. A primeira, diz respeito ao alinhamento da bancada com o governo federal. Há uma maioria votando nas matérias do governo.

A segunda questão diz respeito a questão ideológica e o tipo de representação que cada assume ser. Votar contra taxação de grandes Milionários sonegadores que escondem suas furtunas fora do país para fugir da obrigação de pagar impostos é no mínimo imoral, ainda mais quando sustentamos a posição vergonhosa de um dos países mais desiguais e injusto do mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 − um =