Obras paralisadas em TARAUACÁ serão concluídas no ano eleitoral, ou só na próxima gestão?

Tarauacá têm mais de 10 obras paralisadas que foram iniciadas em 2015. São obras importantes que concluídas, terão impactos social altamente positivo na vida dos Tarauacaenses. São creches, escolas infantis, escolas pólos e a tão sonhada PRAÇA DA JUVENTUDE, no bairro da Praia.

É possível que essas obras só sejam concluídas pelo próximo prefeito eleito no próximo ano. Pode ser que a praça da juventude venha ser concluída antes, isso porque dependente apenas de uma contrapartida da prefeitura e 2024 é ano eleitoral.

A praça da juventude é uma obra situada no coração do bairro mais popular da cidade, o Bairro da Praia. Foi pensanda e iniciada em 2015 com muito esforço, tanto para comprar o terreno, localizado na esquina rua Antônio Pinto com a rua João de Paiva, como para conseguir a aprovação do projeto e a liberação dos recursos iniciais para começar a construção.

A falta de inciativa e empenho da gestão municipal na realização de melhorias da infraestrutura urbana da cidade vem se agravando a cada dia. por outro lado, a expansão desordenada avança numa velocidade imensa, transformando as condições de mobilidade, moradia, abastecimento de água , numa situação desumana.

A própria terceira entrada da cidade, que também foi um projeto da gestão Rodrigo 2013- 2016, que está sendo executado pelo Deracre, foi modificado para atender interesses de especulação imobiliária, por isso foi questionado pela Câmara de vereadores e a justiça de TARAUACÁ.

O que podemos Concluir resumidamente acerca da condução política e administração de Tarauacá, que os interesses menores falam mais alto que os interesses mais elevados da população. O povo nunca é ouvido ou convidado para opinar ou ao menos dá uma sugestão sobre o que é mais necessário e urgente para o gasto do dinheiro público.

A sucessão municipal de 2024, não pode continuar sendo um jogo de interesses de grupos políticos ou familiares. É necessário que seja um momento decisivo para ouvir a população, debater projetos e para assumir compromissos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois − 1 =