Protestos aplausos- e o esbregue no coronel

Durante coletiva na manhã desta quinta-feira, 7, antes da solenidade oficial pelo Dia da Independência, no centro de Rio Branco, Gladson tentava explicar à imprensa que tentou, pessoalmente, em mais de uma oportunidade, negociar com o sem-terra, colocando-se como fiador dos aluguéis sociais prometidos pela gestão.

No momento que falava, o Coronel José Messias, que estava ao lado, cochichou no ouvido do governador. “O senhor vai falar? Vai falar ou sou eu quem vai falar? Porque não pode eu estar falando e o senhor… Com todo o respeito”, disparou, Gladson.

Os Integrantes da Comissão Pastoral da Terra, Pastoral da Juventude, União Jovem Comunista, Juventude da Revolução Socialista, outros movimentos e os ex-moradores da invasão Terra Prometida se dirigiram ao local do desfile na tentativa de apresentar suas pautas ao Públicas, mas foram impedidos de acessar a rua do desfile

Ao subir no veículo do exército, escoltado por militares e seguranças, o governador recebeu aplausos de populares e seguiu o desfile.

Com informações do AC24horas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 + 17 =