A demarcação da Terra Indígena do Rio Gregório é uma homenagem ao TUIKURU

No Dia da Amazônia, comemorado nesta terça-feira (5), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou a demarcação de duas novas terras indígenas no Brasil. Uma é a Terra Indígena Rio Gregório no município de Tarauacá, dos povos Yawanawá e katukina.

Fiquei muito feliz porque participei da reunião que aconteceu no primeiro mandato do presidente Lula. O pedido foi feito numa audiência em Brasília com a Ministra do Meio Ambiente, Marina Silva e o Ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, representando o presidente Lula. Do lado da mesa, o cacique Biraci Brasil, o cacique chefe, Raimundo Luiz “TUIKURU” (In Memorian) a líder mulher, Mariazinha e eu representando o município.

Na época o Gverno Federal aceitou o pedido de ampliação da área. Hoje o presidente Lula assinou o decreto que garante a Regularização definitiva. Tal medida vem às vésperas do julgamento do Marco Temporal no STF e mediante, uma grande ofensiva das forças conservadoras e de direita.

Hoje o povo Yawanawá e katukina estão comemorando, as águas do rio Gregório ficam mais frias, os pássaros, os sapos intensificaram seus cantos. A floresta ganha mais vida e a vida ganha mais ar, colorido e significado.

Parabéns, Bira, Mariazinha, Joaquim, mas a nossa homenagem maior  vai para o cacique Raimundo Luiz, que feliz pela conquista, chamou o Tatá e o Yawa para fazer uma rodada de cantoria no céu.

Veja:

Chagas Batista
Tarauacá-Acre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × dois =