Pesquisa mostra como seria disputa entre Lula e Tarcísio, Zema ou Bolsonaro em 2026

Desde que o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) foi declarado inelegível pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), alguns nomes de centro-direita e direita têm surgido como opções para uma disputa nacional contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em 2026, caso ele decida disputar a reeleição.

Um levantamento feito pela Futura Inteligência apontou como seriam essas disputas em um segundo turno se a votação fosse hoje.

Em uma disputa contra o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), Lula venceria e teria 57,2% dos votos contra 42,8%. Votos brancos, nulos e indecisos somariam 7,7%.

Já contra o governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), o atual presidente venceria por 60,4% a 39,6%. Brancos, nulos e indecisos somariam 10,9%.

Se Bolsonaro, por um acaso, conseguisse recuperar os seus direitos políticos, perderia para Lula por uma margem maior do que a registrada em 2022. O petista teria 56,3% contra 43,7% do ex-presidente. Votos em branco, nulos e indecisos somariam 7,3%.

A pesquisa também projetou os duelos considerando o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, como o candidato da esquerda, em caso de Lula não disputar a reeleição.

Haddad venceria Tarcísio com 51,2% dos votos contra 48,8% do governador. Brancos, nulos e indecisos somariam 10,6%. Em uma eventual disputa com Romeu Zema, Haddad venceria por 56,1% a 43,9%. Brancos, nulos e indecisos somariam 14,9%

Já em uma disputa contra Bolsonaro, Haddad teria 51,9% contra 48,4% do ex-presidente. Brancos, nulos e indecisos somados seriam 8,5%

A pesquisa foi realizada com mais de 1.000 eleitores, por meio do método Cati (entrevista telefônica assistida por computador), entre os dias 14 e 17 de julho. A margem de erro é de 3,1 pontos percentuais para mais ou para menos.

Fonte : DCM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 5 =