A qualidade do ar no Acre se agrava com o verão e as queimadas.

O MPE lembra que em junho 2019 se tornou operacional a maior rede de monitoramento da qualidade do ar da Amazônia, baseada em sensores PurpleAir PA-II-SD de baixo custo e conceito inovador da Internet das Coisas (Internet of Things – IoT) que se conecta a uma rede internacional, com disponibilização de dados em tempo real e de forma gratuita. Foram instalados 30 sensores, distribuídos nas sedes dos 22 municípios do Estado do Acre.

Esta ação foi realizada pelo Ministério Público do de De 1o de janeiro a 16 de julho de 2023 houve registro total de 109 focos segundo dados do satélite de referência AquaTarde. O município de Cruzeiro do Sul lidera com total de 29 focos, Feijó com 14 focos, Brasiléia (10), Rio Branco (8) e Tarauacá com 8.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + 2 =