PIB do agronegócio poderá crescer 35,9% em 2023 e alcançar R$ 2,65 trilhões, estimam Cepea e CNA

Resultado tende a ser puxado pelo setor primário do ramo agrícola, como no primeiro trimestre

27 de junho de 2023, 17:50 h Atualizado em 27 de junho de 2023, 17:50

Apoie o 247 Google News
Contribua usando o Google

PIB do agronegócio poderá crescer 35,9% em 2023 e alcançar R$ 2,65 trilhões, estimam Cepea e CNA · Ouvir artigo

0:00

-3:02

Infomoney – O Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio brasileiro poderá alcançar R$ 2,65 trilhões neste ano, 35,9% mais que em 2022, segundo cálculos do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq/USP) e da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) divulgados nesta terça-feira (27). As contas incluem as atividades desenvolvidas antes, dentro e fora da porteira.

PUBLICIDADE

O incremento previsto é puxado pelo setor primário, cujo PIB poderá crescer 5,6%, para R$ 760 bilhões. Cepea e CNA também projetam altas de 0,4% para o PIB da agroindústria, que alcançaria R$ 609 bilhões, e de 0,6% para a área de serviços voltados ao setor, para R$ 1,12 trilhão. Já o PIB dos insumos deverá cair 15,7%, para R$ 162,7 bilhões), em boa medida graças à queda dos preços dos fertilizantes.

Na soma de todas as frentes (insumos, produção primária, agroindústrias e serviços), o PIB do ramo agrícola poderá aumentar 2,3%, para R$ 1,952 bilhão, e o do ramo pecuário tende a recuar 4,3%, para R$ 699,5 bilhões. Os valores são ajustados pelo deflator implícito do PIB e levam em consideração  resultados apurados no primeiro trimestre.

Para o período de janeiro a março, as contas de Cepea e da CNA indicaram crescimento de 0,19% do PIB total, com alta de 0,66% no ramo agrícola, sustentada principalmente pela colheita recorde de soja na safra 2022/23. Na pecuária houve retração de 1,09%, puxada por quedas nos preços e nos valores de produção de bovinos e aves de corte.

>>> Leia Também:
 Lula anuncia Plano Safra 2023/2024 com financiamento de R$ 364,22 bilhões
 Gleisi: agro não tem o que reclamar, terá no governo Lula o maior Plano Safra da história, com R$ 364 bilhões

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze + quatro =